Entrevista: Artigo na Revista Guitarra Clássica    

• Baldosa Medieval

Instrumento construído por encomenda do músico Fernando Marques Gomes, (Coro Gulbenkien, Ensemble Alpha, Ensamble Vocal Introitos, Coral Vertice, La Batalla, Vozes Alfonsinas, entre outros).

Tratava-se de fazer a reconstituição de um instrumento medieval do qual não sobreviveu nenhum exemplar, (para mais dados sobre a reconstituição dos instrumentos musicais de cordas da Idade Média consultar “Artigos em arquivo” neste website).

O modelo foi baseado numa das iluminuras que acompanham as “Cantigas de Santa Maria”, compiladas no reinado de D. Afonso X “o sábio” (1221-1284) rei de Castela e Leão. Tive ainda a ajuda de Pedro Caldeira Cabral na concepção do desenho técnico deste instrumento, (a quem agradeço pela disponibilidade e pela partilha do seu saber).

Foram escolhidas madeiras que na Idade Média já existissem na Península Ibérica e com boas características para a construção de um instrumento musical. Para o corpo, braço e cabeça, (que foi esculpido de um bloco sólido de madeira), a Tília (Tília Vulgaris), para a escala e espelho do cravelhal a Pereira (Pyrus Communis), para o tampo o Espruce (Picea Abies), e para as cravelhas o Buxo (Buxus Sempervirens). Foi ainda usado o corno para o estandarte, o osso para a pestana e o Acer (Acer Saccharum) para o cavalete.

Foi usada a cola animal para todas as colagens e no acabamento foi usado um verniz a base de propolis em todo o instrumento com excepção do tampo onde foi usada a cera de abelhas.

Na montagem final e para um tiro de corda de 635mm foram usadas para a primeira ordem, (afinada em Do), duas cordas de aço com .023mm, para a segunda ordem, (afinada em Sol), duas cordas de Latão com .030mm e por fim um bordão, (afinado em Do), uma oitava abaixo da primeira ordem, com uma espessura de .058mm.
 
  © 2006-2017 Orlando Trindade.com - Todos os direitos reservados.

 

  Desenhado para I.E. 5.x ou superior / 1024x768